ELIAS, Oratório de Felix Mendelssohn Bartholdy

Marcelo Coutinho, barítono – Elias
Veruschka Mainhard, soprano – Viúva, Anjo
Carolina Faria, contralto – Rainha Jezabel, Anjo 2
Eric Herrero, tenor – Rei Acab, Obadias

Solistas do Coro

Ana Cecília Rebelo, soprano
Michele Menezes, soprano
Lily Driaze, contralto
Jane Acosta, contralto
Roberto Montezuma, tenor
Cyrano Sales, baixo

Cia. Bachiana Brasileira – Orquestra, Coro e Solistas

Ricardo Rocha, direção e regência

 

A Cia. Bachiana Brasileira – orquestra, coro e solistas –, sob direção do maestro Ricardo Rocha, interpretará o grande e épico oratório Elias, a obra-prima de Felix Mendelssohn Bartholdy, no dia 17 de dezembro na Sala Cecília Meireles, como encerramento da temporada. Junto à Orquestra e ao Coro da Cia. Bachiana Brasileira, a obra terá nove solistas, sendo um quinteto solista do coro e, no quarteto principal, o barítono Marcelo Coutinho, com o papel-título; Veruschka Mainhardt, soprano; Carolina Faria, contralto; e ainda um tenor.

Mais conhecido do grande público por obras como Sonho de uma Noite de verão, com a famosa marcha nupcial, ou a Sinfonia Escocesa, Mendelssohn já aos 27 anos de idade se deixou enlevar pela história do profeta que resistiu ao culto do ídolo Baal e às perseguições ordenadas pela rainha Jezabel. Foram necessários dez anos de trabalho para a realização deste seu Elias, sua mais importante composição.

Regente e Diretor Musical, Ricardo Rocha possui os títulos de Kapellmeister (pós-graduação em ópera e concertos sinfônicos na Alemanha), o de Mestre e Bacharel em Regência pela UFRJ, e o de Piano na E.M. Villa-Lobos. Foi Diretor e Regente Titular da Orquestra Sinfônica da UFMT (1992-93), assim como Professor de Regência e Maestro Titular da Orquestra e do Coro da Escola de Música da UFMG (1994-95).

Fundou a Sociedade Musical Bachiana Brasileira de fato em 1986 e de direito em 1993. Com seus corpos coral e orquestral sob o nome de Cia. Bachiana Brasileira, teve montagens escolhidas entre os dez melhores concertos do ano pelo jornal O Globo em 2007, 2008 e 2011, sendo aclamada em 2009 com o prêmio mais importante do Governo do Estado do RJ em Música Erudita.

PROGRAMA

Felix Mendelssohn Bartholdy
Oratório Elias
Parte I
Primeiro “Ato”: Prólogo e desencadeamento do conflito
-Cena 1: A Profecia de Elias
-Cena 2: A tempo da seca e o clamor do povo

Abertura instrumental e entrada do coro

Segundo “Ato”: refúgios de Elias em Carit e Sarepta
-Cena 1: Elias no riacho Carit
-Cena 2: Ressurreição do filho da viúva em Sarepta

Terceiro “Ato”: Encontro com Rei Acab e o desafio no Monte Carmelo
-Cena 1: No Monte Carmelo com os 450 sacerdotes de Baal
-Cena 2: O milagre da chuva, a conversão do povo e seu hino de ação de graças

Fim da primeira parte

[INTERVALO]

Parte II
Quarto “Ato”: Fuga de Elias para o deserto

Abertura
-Cena 1: Elias, Acab e Jezabel no palácio e a ameaça da Rainha
-Cena 2: A depressão de Elias e sua partida para o deserto

Quinto “Ato”: A aparição de Deus e o arrebatamento de Elias aos céus
-Cena 1: A teofania no monte Horeb
-Cena 2: A ascensão de Elias aos céus

Final: Profecias e bem-aventuranças

Ingressos à venda na bilheteria da Sala Cecília Meireles ou através do site www.ingressorapido.com.br