Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro
Tobias Volkmann, regência
Koh Gabriel Kameda, violino

A Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro é hoje uma realização transformadora na vida de adolescentes e jovens de várias comunidades e bairros populares do Rio de Janeiro.

Educar pela Arte da Música sensibiliza, promove uma mobilização integral das potencialidades do ser humano e exalta a liberdade do vir a ser. É nesse sentido que se pode afirmar que a Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro representa hoje uma preciosa exaltação à liberdade.

O Rio de Janeiro é uma das grandes metrópoles que não tinha uma orquestra sinfônica de jovens oficial da cidade do Rio de Janeiro, hoje o projeto supre esta lacuna.

A orquestra já se apresentou em diversos espaços culturais e importantes no cenário musical, como o teatro de câmara da Cidade das Artes, o Theatro Municipal do Rio de Janeiro e a Sala Cecilia Meireles, entre outros.

O conjunto cumpre uma agenda intensa e importante de apresentações nas comunidades do RJ, periferias e bairros populares, onde é mais difícil ter acesso à música de concerto. Em 2017 realizou com grande sucesso vários concertos didáticos em escolas públicas e universidades.

Programa
Ludwig van Beethoven
Abertura Egmont Op. 84

Felix Mendelssohn
Concerto para violino em Mi Menor Op. 64
-Allegro molto appassionato
-Andante
-Allegretto non troppo – Allegro molto vivace

Johannes Brahms
Dança húngara No. 1

Antonín Leopold Dvořák
Dumka, Dança Eslava Op. 72, no. 2

Johannes Brahms (orq. de Albert Parlow)
Dança húngara No. 5

Ingressos à venda na bilheteria da Sala Cecília Meireles ou através do site www.ingressorapido.com.br