Orquestra Sinfônica Cesgranrio
Eder Paolozzi, regência
Angelo Martins, violino

Com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento sociocultural da cidade do Rio de Janeiro e do Brasil, a Fundação Cesgranrio criou a Orquestra Sinfônica Cesgranrio, um espaço que oferece formação musical e artística, proporcionando o desenvolvimento pessoal e criando oportunidades de profissionalização para jovens músicos.

A Orquestra é itinerante, tocando em espaços ociosos da cidade e para uma diversidade de públicos: crianças, jovens e adultos, de diferentes perfis e classes sociais. Dessa forma, a Orquestra pretende ser reconhecida pela sua contribuição para despertar potenciais artísticos, tanto em corpo de músicos, como nas plateias por ela sensibilizadas.

Primeiro prêmio no concurso “Camargo Guarnieri” de composição em 2005, a abertura sinfônica “Brasília” teve estréia na Sala São Paulo em 2006. Publicada pela Academia Brasileira de música, a obra do compositor Mario Ferraro, doutor em música pela Universidade de Londres, tem agora a sua estreia carioca. O concerto para violino de Sibelius, terá como solista o violinista paulista Angelo Martins, que atualmente é spalla da OSC.

P R O G R A M A

Mario Ferraro
Brasília – Abertura Sinfônica

Jean Sibelius
Concerto para Violino em Ré Menor, Op. 47
– Allegro moderato
– Adagio di molto
– Allego, ma non tanto

Ludwig van Beethoven
Sinfonia No.7, em Lá Maior, Op. 92
– Poco sostenuto – Vivace
– Allegretto
– Presto assai meno presto
– Allegro con brio

 

Ingressos disponíveis na bilheteria da Sala Cecília Meireles ou através do site www.ingressorapido.com.br