Outros
XXIV BIENAL DE MÚSICA BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA
13 a 24 Nov
Sala Cecília Meireles
13 nov sáb 19H
14 nov dom 17H
15 nov seg 17H
16 nov ter 19H
17 nov qua 19H
18 nov qui 19H
19 nov sex 19H
20 nov sáb 19H
21 nov dom 17H
24 nov qua 19H

Concerto 1 – Dia: 13/11/2021 (SÁBADO), às 19h

-Eduardo Frigatti – Três canções do Sul do Brasil (2021 – estreia)

-Guilherme Bernstein – Concertino para oboé (2021 – estreia)
Juliana Bravim (oboé)

-Raul do Valle – Primavera para cordas (2007)

-Ivan Paparguerius – Concertino para violão (2021 – estreia)
Ivan Paparguerius (violão)

-Ernani Aguiar – Instantes nº 6 “Esqerzo” para cordas (2021 – estreia)

Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro
Regência: Guilherme Bernstein

Concerto 2 – Dia: 14/11/2021 (DOMINGO), às 17h

-Guilherme Bauer (1940) – Três peças saxofônicas (2017 – estreia)
Pedro Bittencourt (saxofone)

-Vinícius S. Baldaia – Miragens em Penumbra para flauta, clarinete, contrabaixo e piano (2021 – estreia)
Cron Ensemble
Rubem Schuenck (flauta), Vicente Alexim (clarineta e clarone), Cláudio Alves (contrabaixo) e Tatiana Dumas (piano)

-Bruno Cunha – Contrapponto Dialettico Abaporu para flauta e piccolo, clarinete baixo, trompete, violino, violoncelo, contrabaixo
e percussão (2019 – estreia no Brasil)
Cron Ensemble
Rubem Schuenck (flauta), Vicente Alexim (clarineta e clarone), David Alves (trompete), Ricardo Amado (violino),
Janaína Salles (violoncelo), Cláudio Alves (contrabaixo), Tatiana Dumas (piano), Pedro Moita (percussão),
Regência: Marcos Nogueira

-James Correa – Earth Canticles para violoncelo e piano (2018 – estreia no Brasil)
Janaína Salles (violoncelo) e Tatiana Dumas (piano)

-Tim Rescala (1961) – Parescências para viola e piano (2021 – estreia)
Dhyan Toffolo (viola) e Erika Ribeiro (piano)

-Maria Di Cavalcanti – Fragmente op.13 para flauta, sax alto e violoncelo (2021)
Interbrasilis Trio
Wladyslaw Kreinski (flauta), Jonatas Weima (sax alto) e Glenda Carvalho (violoncelo)

-Helder Oliveira – Logging para quarteto de trompas (2021 – estreia)
Tiago Carneiro, Giliéder Veríssimo, Mateus Lisboa e Phillip Doyle (trompas)

– Paulo Rios Filho – Contração e expansão para quinteto de metais (2019)
Ezequiel Freire e David Alves (trompetes), Philip Doyle (trompa), Everson Moraes (trombone) e Carlos Vega (tuba)

Concerto 3 – Dia: 15/11/2021 (SEGUNDA-FEIRA), às 17h

-Gabrielle Camarana – Átimo para flauta solo (2020/21 – estreia)
Renan Dias Mendes (flauta)

-Eduardo Seincman – Solitude para clarone solo (2021 – estreia)
Anderson Menezes (clarone)

-Paulo Costa Lima – Gota serena para flauta, clarineta e piano (2021 – estreia)
Renan Dias Mendes (flauta), Camila Barrientos (clarineta) e Felipe Senna (piano)

-Eduardo Hiroshi – Pedras matemáticas e alguns módulos para violoncelo solo (2019)
Rodrigo Prado (violoncelo)

-Andrey Cruz – Pi para fagote solo (2021)
Erick Ariga (fagote)

-Pauxy Gentil-Nunes – Três miniaturas para 2 violinos e viola (2019)
Eder Grangeiro e Helena Piccazio (violinos) e Tiago Vieira (viola)

-Felipe Senna – Fankaisie para tuba e orquestra de câmara (2019 – estreia)
Luiz Serralheiro (tuba)

-Léa Freire – Turbulenta para orquestra de câmara (2017)
Léa Freire (flauta)
Câmaranóva – orquestra de câmara
Direção: Felipe Senna

Concerto 5 – Dia: 16/11/2021 (TERÇA-FEIRA), às 19h

-Rodrigo Cicchelli – Litanias I a IX para piano solo (2021 – estreia)
Giulio Draghi (piano)

-Luiz Eduardo Castelões – 6 Temas Pop para piano solo (2020 – estreia no Brasil)
Ingrid Barancoski (piano)

-Marisa Rezende – Miragem para piano solo (2009)
Marina Spoladore (piano)

-Estevão Dottori – Noturno Caravaggio para piano solo (2021 – estreia)
Cristiano Vogas (piano)

-Edino Krieger – Chacona ao luar (Mondschein Chaconne) para piano solo (2017)
Marina Spoladore (piano)

-Maria Helena Rosas Fernandes – Dualismo II para dois pianos (2010 – estreia)
Marina Spoladore e Cristiano Vogas (pianos)

-Maurício Dottori – The Crystal Cabinet, 6 miniaturas para viola e piano (2021 – estreia)
Duo Burajiru
Fernando Thebaldi (viola) e Yuka Shimizu (piano)

Concerto 6 – Dia: 17/11/2021 (QUARTA-FEIRA), às 19h

-Ricardo Tacuchian – Sálvia para harpa solo (2021 – estreia)
Vanja Ferreira (harpa)

-Harry Crowl – Sonata Fantástica para violão (2021 – estreia)
Celso Faria (violão)

-Márcio Guelber – Paisagens possíveis para violão de sete cordas (2021 – estreia presencial)
Márcio Guelber (violão de sete cordas)

-Daniel Ganc – Frenesi – dois momentos para violão solo (2021 – estreia)
Fábio Adour (violão)

-Lucca Totti – Pedra e seca às vezes raízes para violão solo (2020)
Mário Silva (violão)

-Roberto Victório – D’Jar para dois violões (2017 – estreia)
Fábio Adour e Mário Silva (violões)

-Mário Ferraro – Sobre aquele velho carvalho à beira da estrada para dois violões e quarteto de cordas (2017 – estreia no Brasil)
Fábio Adour e Mário Silva (violões)
Quarteto Suassuna
Andreia Carizzi e Luiz Felipe Ferreira (violinos), Samuel Passos (viola) e Glenda Carvalho (violoncelo)

-Caio Facó – Strata para quarteto de cordas (2021 – estreia)
Quarteto Suassuna

-Gabriel Araújo – Close to me (2018) para vibrafones
Tiago Calderano e Pedro Moita (vibrafones)

-Willian Billi – Divagações Paulistanas – Uma jornada afetiva pelas 7 “Paulistanas” de Claudio Santoro para vibrafone, piano e quarteto de cordas (2018)
Tiago Calderano (vibrafone), Maria Di Cavalcanti (piano) e Quarteto Suassuna

Concerto 7 – Dia: 18/11/2021 (QUINTA-FEIRA), às 19h

-Alexandre Schubert – Concerto para flautim e cordas (2019)
Thaís Bacellar (flautim)

-Emanuel Ferreira – Noturna nº 1 (2019 – estreia)

-Wellington Gomes – Lampejos nostálgicos para oboé e cordas (2017)
Thiago Neves (oboé)

-Marco Feitosa – O sertão de ser tão só (2017 – estreia)

-Luigi Antonio Irlandini – Axis Mundi para cordas (2021 – estreia)

Orquestra Sinfônica de Barra Mansa
Regência: Anderson Alves

Concerto 8 – Dia: 19/11/2021 (SEXTA-FEIRA), às 19h 

-Marcelo Carneiro – Três canções para violoncelo solo (2021 – estreia)
Hugo Pilger (violoncelo)

-Henrique David Korenchendler – Kaddish para cordas (3ª versão)

-Ernst Mahle – Concerto para dois violoncelos e cordas (2020 – estreia)
Hugo Pilger e Alceu Reis (violoncelos)

-Dimitri Cervo – Concerto para harmônica e cordas – Série Brasil 2010 nº 11 (estreia)
José Staneck (harmônica)

-Nestor de Hollanda – Guarda do Farol para harmônica e cordas (2021 – estreia)
José Staneck (harmônica)

-Ronaldo Miranda – Suíte Lírica para cordas (2017)

Orquestra Sinfônica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Regência: Thiago Santos

Concerto 9 – Dia: 20/11/2021 (SÁBADO), às 19h 

-Marcos Nogueira – A lírica de Píndaro – Concertino para piano e orquestra de câmara (2019 – estreia)
Midori Maeshiro (piano)

-Felipe Portinho – Concertino para viola, cordas e percussão (2019 – estreia)
Samuel Passos (viola)

-Eduardo Biato – Suíte para violino e cordas (2020 – estreia)
Priscila Rato (violino)

-Rodolfo Coelho de Souza – Intermitências (2019 – estreia)

-Marlos Nobre – Intrata e Tango op.129 (2021 – estreia)

Orquestra Petrobras Sinfônica
Regência: Felipe Prazeres

Concerto 10 – Dia: 21/11/2021 (DOMINGO), às 17h 

-Rodrigo Camargo – Três peças para dois violinos (2021 – estreia)
Tomaz Soares e Luísa de Castro (violinos)

-Eli-Eri Moura – Tablero para cordas (2020 – estreia)

-Marcelo Bellini Dino – (In)Tolerâncias para cordas (2017 – estreia)

-Cyro Delvizio – Divagações intervalares para piano e cordas (2018 – estreia)
Tamara Ujakova (piano)

-Fernando Cerqueira – Antigas Rotas II – Interlúdio para trombone e cordas (2017/21 – estreia)
João Luiz Areias (trombone)

-João Guilherme Ripper – Concerto a cinco nº 2 (2020 – estreia)
Quarteto de cordas da UFF
Tomaz Soares e Ubiratan Rodrigues (violinos), Clara Santos (viola) e Glenda Carvalho (violoncelo)
Rodrigo Favaro (contrabaixo)

Orquestra Sinfônica Nacional da Universidade Federal Fluminense (UFF)
Regência: Roberto Duarte

 Concerto 11 – Dia: 24/11/2021 (QUARTA-FEIRA), às 19h

-Igor Maia – Permutações Sonoras para violino, violoncelo e piano (2019)
Carla Rincón (violino), Janaína Salles (violoncelo) e Josiane Kevorkian (piano)

-Lauro Pecktor – Miniatures to Ms. A. para violino, violoncelo e piano (2019 – estreia no Brasil)
Carla Rincón (violino), Janaína Salles (violoncelo) e Josiane Kevorkian (piano)

-Yugo Sano Mani – Luzes em desassossego para clarineta, violino, violoncelo e piano (2019)
Victor Hugo Rego (clarineta), Carla Rincón (violino), Janaína Salles (violoncelo) e Josiane Kevorkian (piano)

-Gustavo Cardoso Bonin – Eternidade para flauta, oboé e sax alto (2020 – estreia)
Andréa Ernest Dias (flauta), Thiago Neves (oboé) e Jonatas Weima (saxofone)

Próximos eventos Sala Cecília Meireles
programação completa