Gilson Peranzzetta e Cliff Korman, pianos

Grupo Corda

Nikolay Sapoundjiev, violino
Emília Valova, violoncelo
Ana Azevedo, piano
Lipe Portinho, contrabaixo
André Tandeta, bateria

O Savassi Festival é um festival de jazz e de música instrumental realizado anualmente, desde 2003. Desde sua criação, o evento já reuniu mais de 335 mil pessoas, que conferiram apresentações em teatros, bares, casas de shows, restaurantes e espaços públicos da capital mineira. Em 2017, o evento chega ao Rio de Janeiro pela terceira vez realizando shows e workshops com grandes nomes da música internacional e nacional.

O primeiro espetáculo do festival na Sala Cecília Meireles promove o encontro de dois grandes músicos. De um lado o brasileiro Gilson Peranzzetta; de outro, o norte-americano Cliff Korman. Os dois artistas têm grande afinidade musical, e o traço que os une é o interesse por ritmos brasileiros, latinos e jazz, aliado a uma sólida formação clássica. Reconhecidos pelo público e pela crítica como artistas completos e inventivos, Peranzzetta e Korman se equilibrarão entre improvisos livres e sobre estruturas pré-definidas, em um espetáculo de lirismo, ritmo, inspiração e técnica. O repertório escolhido com apuro e arranjado pelos dois será composto por clássicos do cancioneiro popular e composições próprias. A presença de dois pianos de concerto no palco permite que a sonoridade dos instrumentos seja explorada ao máximo e exige dos músicos generosidade mútua para que a música flua.

O segundo show da noite traz os músicos búlgaros Nikolay Sapoundjiev (violino) e Emília Valova (cello), mais Ana Azevedo (piano) e Lipe Portinho (contrabaixo), além do baterista André Tandeta. Eles se unem para recriar a obra do grande mestre Astor Piazzolla. O repertório foi adaptado do Quinteto original para a formação de Corda por Ana Azevedo e Lipe Portinho, dois conhecidos arranjadores cariocas que estão a frente de grupos como o Tutti, Gravíssimo Bass Ensemble e Orquestra de Bolso. O resultado é um show de mais de uma hora da melhor música porteña. No repertório entram joias como: As “Estaciones Porteñas”, “Adios Noniño”, “Oblivion”, “Muerte Del Angel”, entre muitas outras.

P R O G R A M A

Cliff Korman
Migrations

Gilson Peranzzetta, Ivan Lins e Paul Williams
Love Dance

Tom Jobim
Luiza

Cliff Korman
Saudade do Paulo

Tom Jobim
Dindi

Sebastião Tapajós
Tocata para Billy Blanco

Gilson Peranzzetta
Dois na Rede

Tom Jobim e Vinicius de Moraes
Garota de Ipanema

Gilson Peranzzetta
Nós as Crianças

Luiz Gonzaga e HumbertoTeixeira
Asa Branca

Maurício Einhorn, Durval Ferreira e Regina Werneck
Estamos aí

Gilson Peranzzetta e Cliff Korman, pianos

[ I N T E R V A L O ]

Astor Piazzolla
Las Quatro Estaciones Porteñas

Lipe Portinho
Concerto Grosso para Grupo Moderno

Gabriel Fauré
Pavana

Astor Piazzolla
Oblivion
Libertango
Adios Noniño
La Muerte del Angel

Grupo Corda
Nikolay Sapoundjiev, violino
Emília Valova, violoncelo
Ana Azevedo, piano
Lipe Portinho, contrabaixo
André Tandeta, bateria

Ingressos disponíveis na bilheteria da Sala Cecília Meireles ou através do site www.ingressorapido.com.br